Pastor Benny Hinn

julho 31, 2009

Toufik Benedictus “Benny” Hinn ( توفيق بندكتوس “بني” الحن)  é um pregador, mais conhecido por suas freqüentes “Cruzadas de Milagres” – reuniões de reavivamento/cura por fé, que são realizadas em grandes estádios em grandes cidades, e depois veiculadas mundialmente em seu programa de televisão, “Este é o seu dia”.

Anúncios

tubarao willie barranquilla cagadinha wireless blog merda coco banheiro O tubarão Willie é aquele mascote fanfarrão do Junior Barranquilla, time de futebol da Colômbia, que pisoteou, carcou e fez inúmeras estripulias com a camisa do rival Cúcuta (lembra?). Acontece que Willie já é famoso pelo seu comportamento, digamos, exaltado…

Apesar do meu desejo intrínseco de espancar um mascote desses um dia (nada contra mascotes, mas deve ser engraçado encher um Teletubie de porrada!), virei fã do Willie! Eis o porquê…

Sim! Ele é muito mais fanfarrão do que imaginávamos! Ele estronda as cheerleaders, carca as mascotes dos adversários e as bonecas publicitárias e ainda dá beijinho nas torcedoras!

Willie deu outro sentido aos mascotes do mundo!

Em blogs normais a gente vê notícias de jogadores que são suspensos, com fotos ou vídeos de suas jogadas desleais, os blogueiros debatem se foi na maldade ou não, os internautas comentam que foi justo, que foi injusto, que a pena foi branda, foi rigorosa, etc.

Como o Cagadinha Wireless não é um blog normal, vamos falar de uma suspensão anormal.

Era a quarta rodada do quadrangular final do Campeonato Colombiano, Júnior Barranquilla x Deportivo Cúcuta.

O time da casa era o Barranquilla, que tem um mascote tubarão, o Willie, que anima a torcida.

Willie passou dos limites. Ele arranjou uma camisa do Cúcuta e começou a chutá-la, devorá-la, pisar em cima dela, esfregá-la no pênis, enfim, achincalhou legal a camisa do adversário…

Até rolou um pedido de desculpas do simpático(?) tubarão, mas não adiantou: a Federação Colombiana de Futebol emplacou uma suspensãozinha básica no mascote, que será desfalque da equipe na fase final da competição. Atos inconsequentes como esse de Willie deveriam acarretar em represálias da própria equipe, afinal, prejudicou o Angry Kid Cagadinha Wireless Blog engraçadoBarranquilla como um todo. A equipe não será a mesma sem ele animando a torcida. Os torcedores ficarão apáticos, tristes, as crianças irão chorar, milhares nem irão ao estádio – “ah, sem o Willie eu não vou” – enfim, olha o quão comprometedora foi essa atitude impensada do tuba.

Vai a dica: se um dia você for mascote de algum time, não esfregue camisas adversárias na genitália (pra vida essa).

bob_esponja_cagando

Todo mundo que namora ou namorou já passou por esta situação: vontade de cagar na casa da namorada. Este é um guia antigo de como realizar o trabalho sujo sem torrar o filme, uma contribuição do amigo e leitor Diego, o famoso Foka!

1 – Não cague – Ok. O guia parte do pressuposto que você vai cagar na casa dela. Mas antes de cagar, avalie a possibilidade de não fazê-lo. Quando sentir a pontada, raciocine: “Posso segurar? É desesperador?” Nessa hora, é fundamental saber se essa segurada não se transformará em uma fábrica de flatulências. Se isso ocorrer, opte por cagar.

2 – Não cague em banheiro muito freqüentado – Se você tem de cagar, escolha aquele lavabo que fica na sala onde ninguém visita. Ou vá ao banheiro da empregada (isso, claro, se a empregada não estiver presente). Ou vá à suíte do quarto de hóspedes. Algo do tipo. Evite a todo custo o banheiro do corredor ou aquele ao lado da sala de televisão. É caixão. Você vai lá, todo feliz, despeja seus detritos no vaso, lava as mãos e, quando sai, vê sua sogra indo direto no banheiro para lavar as mãos antes do almoço!

3 – O trono – Examine a privada da casa da sua namorada. Antes de cagar, dê descarga para ver se ela está funcionando. Nunca, em hipótese alguma, inicie os trabalhos sem dar descarga e testar a potência dela. Caso contrário, você terá três caminhos a seguir se a privada estiver entupida, todos desgraçadamente ruins: 1) Deixar a bosta boiando ali e correr o risco do seu sogro entrar em seguida e, para todo o e sempre, considerá-lo um sujeito decrepto por deixar o mandela a boiar; 2) Tentar dar descarga, a água transbordar e você ficar ali vendo a água da privada inundar o banheiro com resquícios de suas fezes. Um caos completo, com direito a deixar a mãe dela limpando aquela bosta toda; 3) Ser obrigado a pegar um saco plástico, enfiar a bosta dentro e sair – com o saco plástico pingando água da privada no chão – até conseguir chegar ao banheiro mais próximo. Em resumo: teste a merda da privada! 4) Fazer a famosa  “múmia”, que o Alemão pode contar melhor:

4 – O fedor – Tenha cuidado com o mau cheiro. Alguns machos são mestres em cagadas fedorentíssimas. Use a inteligência: Ao despejar a merda no vaso, dê descarga imediatamente. O raciocínio é simples: quanto mais ela ficar boiando por ali, mais cheiro ruim vai exalar. O ideal seria cagar com a descarga funcionando, mas molha a bunda. Quando estiver no trono, olhe em volta. Abra os armários e as gavetas. Se achar um perfume, dê umas borrifadas no vaso e no banheiro antes de sair do recinto. É uma boa forma de matar as moléculas de merda que estão voando pelo ar. Se tiver “Bom Ar”, não exagere. Você não vai querer sair do banheiro cheirando bom ar. Ah, e sempre, sempre, sempre feche a porta.

5 – O papel – Nunca, mas nunca mesmo, comece os trabalhos sem verificar se há papel higiênico no recinto. Toda a sua estratégia escorre pela privada se você tiver de abrir a porta e gritar: “Amoooooooor! Acabou o papel!”. Nobody deserves!

6 – Thanks for sharing – Os americanos têm uma expressão de fabulosa ironia que é o “thanks for sharing“. Usa-se essa expressão toda vez que alguém lhe conta algo que você realmente não precisava saber. Isso serve para quando o homem termina de cagar na casa da namorada. Você, idiota, não precisa contar pra ela. Você não está entre amigos, que você sai do banheiro e diz “tô até mais leve” ou “nossa, essa cagada foi linda”. Ela não precisa saber. Aliás, ninguém precisa saber. Contenha sua vocação pra idiota e silencie sobre o que você fez no banheiro.

Don Juan da web (?)

junho 18, 2009

Esse post não é apenas uma cagadinha, é uma verdadeira diarréia! Isso porque foi impossível escolher apenas um dos videos deste cidadão…

“…te olha no espelho mulher! Dá uma sacudida e vai pra rua, mostra o teu valor! Este teu corpo moreno da cor do pecado…” – sensacional!

“…esta oportunidade bonita!” – Gênio!

E não para por aí…

“…meus olhos só falam (!!!) em sinceridade…

E finalmente o jantar…

E o pior foi ouvir da minha colega de trabalho que ele deve conseguir mulher com esses videos! Francamente, se ele de fato conseguir atrair mulheres assim, está na hora de eu rever e muito as minhas abordagens de paquera…  Mas apesar de tudo temos que admirar a iniciativa e falta de vergonha do cara, pelo menos ele está tentando! Que merda heinhô?!